Wednesday, April 19, 2017

Pequeno Guia do Canadian Tax Filing com o CRA (Y Otras Cositas Más)


Finalmente criei coragem (e arrumei tempo) para escrever sobre a minha experiência com o Canada Revenue Agency (CRA) nesses últimos seis anos. Ao contrário do meu longo post em 2012 sobre  IRPF/CSD/DSD/CDE que, para minha surpresa, continua gerando comentários e visitas, este post sobre tax return no Canadá deve ser mais curto como o leitor verá abaixo.

Um disclaimer (CYA) faz-se aqui necessário. O que relato aqui é a minha experiência e eu abriria um escritório e cobraria se quisesse dar conselhos profissionalmente. O meu objetivo é apenas o de compartilhar os meus erros e acertos para que voce leitor desse blog possa tomar decisões mais informado. Em suma, use the info at your own risk.

As regras básicas para o imigrante são as seguintes:

- No ano que se estabelece residência no Canadá - filing taxes não é necessário (mudei-me em Abr/2011)
- A partir do ano seguinte:

  • O tax return é feito considerando-se os ganhos/perdas partir da data de estabelecimento da residência no Canadá - No meu caso a partir de Abr/2011. O CRA não tem interesse em qualquer ganho/perda antes disso. Quem tem esse interesse é a Receita Federal.
  • O tax return é recomendado para todos que tem mais que 19 anos, independentemente de se ter trabalhado ou não
  • É uma boa prática contratar um contador ou algum serviço de auxílio para ao menos o primeiro tax return.


Para o meu primeiro tax return em 2012, eu contratei os serviços de uma CPA (Chartered Professional Accountants Canada) que me auxiliou imensamente com quais as deduções possíveis (despesas de mudança, etc) e os documentos necessários (os T-files). Segue uma cópia com o meu primeiro email trocado com ela e quais foram as infos solicitadas:

-        Employer-issued T4 slip (Statement of Remuneration Paid) for yourself and your wife (if she had employment or self-employment income in Canada)
-        Bank or investment issued T5 or T3 slips (investment income, if you’ve earned more than $50 in interest/dividends from a bank, investment company, or financial institution)
-        Medical receipts, if any (dental, prescriptions, chiropractic, medical equipment or supplies) for your entire family.
-        Children’s receipts for arts or fitness: if your kids are enrolled in sports or fitness (dance, basketball), or any arts programs (art, drama, Scouts, Guides), the provider needs to give you an Arts Tax Credit receipt or Fitness Tax Credit receipt.
-        Charitable Donations receipts
-        If you are a commissioned employee, you may have employment-related expenses. If this is the case, let me know as there is another list of information you’ll need to gather.
-        I am assuming your family does not have any disabled family members – if this is not the case, let me know as there is a disability tax credit.
-        Personal information needed: you and your wife’s birthdates, Canadian Social Insurance Numbers, names and birthdates for your children.
-        Value of your Brazil real estate – if it is valued at greater than CDN$100,000 at the time you arrived in Canada.

2012 foi então o ano quando tive que me adaptar ao "linguajar técnico" e sair correndo para achar e fazer scan de tudo quanto era documento pedido. Criei também as credenciais de acesso ao site do CRA para mim e minha esposa. Depois de encher o saco da CPA com milhões de perguntas durante o processo de coleta de documentos, ela successfully filed my taxes and my wife's. Alguns meses depois recebi um cheque no correio com a minha primeira restituição do Government of Canada, yay! O preço que paguei para a CPA pelos serviços de tax return meu e da minha esposa foi aproximadamente $200

Em 2013 eu achava que sabia tudo e que eu podia economizar umas doletas. Resolvi usar um free service chamado SimpleTax. Existem outras opções também no mercado. Simples enough, eh? Não tão rápido amigão ou amigona....Além de ter ficado mega estressado com prazos e tentando replicar o que a CPA tinha feito no ano anterior, fui 'recompensado' com imposto a pagar ao CRA. Pode ter sido um problema do programa (era free) ou IDO (incompetência do operador). Whatever it was, it was a total failure.


O resumo da ópera é o seguinte: O trem é complicado. Complicado pelas minúcias, complicado pela diferença de taxação (existe essa palavra?) entre as províncias, complicado pelas datas, complicado pelas deduções, complicado pelos benefícios, complicado pela definição de residente ou não residente e por aí se vai.

Não que tudo não esteja minciosamente documentado e acessível, tudo está. O problema é o tempo para ler. absorver tudo e aplicar as regras. Simplesmente não dá, eu não tenho tempo para isso. Eu quero mais é andar pelas trilhas de Vancouver ou fazer yoga na praia, tudo menos pensar em taxes.

Então a partir de 2014, eu contratei a CPA novamente e os cheques do Govenment of Canada começaram a fluir novamente. Coincidência ou não, I don't care. O fato é que 200 doletas por ano é um valor muito bem pago pelo serviço prestado.

Para facilitar o trabalho da CPA eu criei uma pasta no Dropbox onde eu armazeno os documentos coletados durante o ano. Uma vez os documentos juntados no Dropbox, eu simplesmente compartilho essa pasta com a minha CPA em Março/Abril e ela tem tudo que ela necessita para o tax filing.

Sobre o Dropbox, a minha sugestão para a divisão das subpastas é a seguinte (a não ser que voce queira deixar o/a seu/sua CPA louco[a] com tudo misturado numa pasta só, tenha dó):

  • Dados de bens e propriedades no exterior - Extratos de contas, valores retidos de FGTS, investimentos e perguntas para estabelecer o Fair Market Value de imóveis serão feitas
  • Utility bills (hydro, gas, water) e Telecom bills (internet, cell/landline) - Isso é importante para quem trabalha de casa (home office) pois uma parte das contas e impostos referentes à area de onde voce realiza o trabalho em casa entra como dedução
  • Property taxes slips, mortgage statements, home insurance receipts
  • Work related: Pay stubs, employee stock purchase plan statements, RRSP statements
  • Dental and medical receipts - Criei também uma planilha de controle com: número do recibo, data, paciente, payee, expense type, invoice amount, valor reembolsado pelo plano de saúde, valor final para o tax submission, invoice number (caso exista) e observações
  • School fees, donation receipts, professional services receipts (inclusive o recibo da CPA)
  • RESP statements
  • Official CRA tax slips - RC62, T3, T4, T5, T2200, etc


Conforme vou recebendo os documentos, o app do Dropbox permite que voce faça o scan do documento e armazene-o na sua pasta correspondente. Guardo as cópias recebidas em papel numa pasta separada just in case.

Essa disciplina pode parecer excessiva mas é importantíssima para mim pois a) não tenho o estresse de juntar todos os documentos em Março/Abril de uma só vez para mandar para a minha CPA e b) a planilha de controle de despesas médicas me salvou em 2014 quando fui auditado pelo CRA através de um Notice of Assessment. A única coisa que tive que fazer foi imprimir os documentos já organizados e catalogados na sua respectiva pasta e enviá-los ao CRA.


É bom sempre também ficar atento nas últimas notícias. A minha CPA pode não saber tudo e as regras mudam, principalmente com deduções e benefícios. Fiquei sabendo que as despesas com a CPA podem ser deduzidas somente no ano passado depois de ver uma dica em algum site de auxílio ao imigrante. O Arts and Fitness Credits era uma outra subpasta/planilha que eu tinha mas agora esses créditos foram abolidos pelo Justin Trudeau que colocou em seu lugar o Canada child benefit.

Em suma:
  • Terceirize o trabalho de preparação de tax return - a sua saúde mental agradece
  • Organize-se durante o ano para coletar a informação necessária para o tax return de maneira gradativa e disciplinada
  • Fique atento às novidades e mudanças nas regras através de notícias ou do site do CRA

der doppelgänger

No comments: